O ano é 2018, de cada 10 propaganda nas redes sociais 7 são de escolas formadoras em Coaching ou de coachs oferecendo serviços dos mais variados, desde crescimento pessoal e profissional, amadurecimento emocional, empoderamento amoroso, até mesmo programas pós vida.

A novela das nove “Do outro Lado do Paraíso” da TV Globo, mostra uma cena na qual uma coach realiza um processo de regressão em sua cliente provocando cenas fortes de desespero e aflição tamanha.

Nas corporações, a salvação para o desempenho dos executivos com dificuldades de bater metas e executar de maneira performática seus planejamentos estratégicos são os programas de Coach Executivo dentro dos cursos direcionados a líderes.

Solução para o mal coletivo

No RH mais de 90% segundo a Você RH acredita que precisa ter uma formação Professional Coaching e Master Coaching, o International Coaching Federation dá selo de credencial a quase toda escola formadora que pedir, e a consequência é que em cada esquina uma instituição ofertava serviços de coaching.

Parecia que contaminação coletiva e um problema sem previsão para se resolver, dentro das rodas acadêmicas de RH, já percebíamos que isso geraria um programa inflacionário dentro dos programas de desenvolvimento e dentro do próprio RH o que causaria um mal estar coletivo e um problema para reverter várias situações crise, uma vez que estes cursos e estas formações estavam sendo feitas de maneira um tanto quanto duvidosa.

Nesta época eu lecionava as disciplinas de Coaching e mentoring em Especializações de gestão Estratégica de Pessoas, e a maior parte do tempo em sala de aula era para explicar o que não era Coaching.

Conceitos e definições

Mas vamos voltar ao início e mais uma vez definir o que é Coaching, na minha opinião a melhor definição é dada por Mauro de Oliveira Magalhães no livro Dicionário de Psicologia do Trabalho e das Organizações:

“O significado moderno da palavra de língua inglesa coach está associado ao campo desportivo e refere-se ao técnico, o profissional que avalia o desempenho, define metas de aprendizagem e estratégias para o sucesso competitivo da equipe ou atleta. A aplicação deste termo no campo da Psicologia do Trabalho e das Organizações recupera alguns desses aspectos da área desportiva.

No mundo do trabalho, o coach é um especialista em processos de desenvolvimento de pessoas que, a partir de treinamento e formação especializada, possui as ferramentas teóricas, metodológicas e técnicas para promover reflexões e facilitar mudanças pertinentes ao crescimento pessoal e profissional do seu cliente, que pode ser um indivíduo, uma equipe ou a organização de trabalho como um todo.”

Movimento de regulamentação

A partir desta definição em 2022 parece que as coisas estão melhores, tendo em vista o amplo movimento de regulamentação da atuação do coach, tornando assim uma profissão regulamentada e com todos os direitos assegurados e certamente com formação prévia autorizada pelo MEC, e foi justamente para dar parâmetros que a câmara dos deputados a partir de várias consultas públicas decretou a lei de 2019 sobre a situação do Coaching no projeto de lei 5554/2009 (https://www.camara.leg.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=440915).

A partir de todo este movimento foi-se criando uma atmosfera positiva na profissão e atuação coach, as grandes universidades do Brasil já oferecem os cursos superior em Coaching e Mentoring, além da criação de cargos destinados a formados na área de Coaching como Agilista Coach, e sem dúvida com uma atuação mais profissional do Coaching dentro do RH.

E MAIS…

Hoje temos uma situação mais controlada

Cabe as empresas em seus processos de recrutamento e seleção, ter critérios mais específicos para a contratação destes profissionais, exigindo formação superior e registros que assegurem sua atuação.

E quanto as escolas que ainda oferecem o famoso professional e master coaching, cabe se especializarem em cursos de extensão ou procurarem reconhecimento institucional governamental.

Não há espaço para amadorismo, precisamos caminhar para um conselho forte na área e cada vez métricas e técnicas bem definidas dentro da área.