Ciência da Mente

Marta Relvas

Os aspectos neurobiológicos do luto no cotidiano humano

O luto é uma emoção vivida e sentida pelo humano quando ele perde alguém por meio da morte ou perde algo significativo. Pode manisfestar-se por um profundo sentimento de tristeza ou compaixão, provocando um sentimento de carência, a qual se revela mínima ou de grande intensidade, de natureza positiva ou negativa.

Leia Mais »
Marta Relvas

O aprendiz atual é o Sujeito Cerebral que necessita de desafios

O tal novo normal e o ensino hibrido não mudou em nada o que já vinha acontecendo na Educação. Para garantir a aprendizagem, as aulas devem ser emolduradas pela emoção e estimular a cognição, pois o cérebro se tornou mais que um órgão, ele é um ator social e emocional. O estudante que argumenta, questiona e que tem autonomia é o que aprende.

Leia Mais »
Leonardo Mascaro

A Neurociência no diagnóstico de desordens mentais

Os avanços científicos mais recentes no campo da saúde mental começam a incorporar exames funcionais da atividade cerebral para identificação de marcadores biológicos que viabilizam maior precisão e substancial redução na ocorrência de erros diagnósticos de desordens neurocomportamentais.

Leia Mais »
Marta Relvas

O brilho “escondido“ do cérebro humano e as células gliais

O funcionamento cerebral vai além das Células Neurônios. Estudos científicos comprovam que a aprendizagem não acontece apenas por meio das funções anatomofisiológicas dos neurônios e das terminações nervosas, estimuladas pelo potencial de ação das sinapses elétricas, mas acontece, de fato, com ajuda de uma célula muito especial denominada neuróglia.

Leia Mais »
Marta Relvas

Neurociência aplicada à Educação Integral

Atualmente os estudos neurocientíficos estão contribuindo para uma investigação mais especifica sobre as possibilidades para uma escola humanizadora. No seu sentido mais amplo, Educação significa o meio em que os hábitos, costumes e valores de uma comunidade são transferidos de uma geração para a outra.

Leia Mais »