linguagem

Bianca Acampora

Psicopedagogia e a compreensão da forma como se aprende

A Psicopedagogia tem como proposta uma aprendizagem ativa, em que o sujeito é o construtor de si mesmo. Na aprendizagem ativa, em oposição à aprendizagem passiva, bancária, baseada na transmissão de informação, o aluno assume uma postura mais ativa, na qual ele resolve problemas, desenvolve projetos e, com isto, cria oportunidades para a construção de conhecimento.

Leia Mais »
Sinapsys News

Desenvolvimento sociocognitivo e da linguagem

O livro ‘Avaliação da linguagem oral, escrita e de habilidades relacionadas – Panorama nacional de instrumentos’ pretende tornar fáceis o acesso e a divulgação dos instrumentos utilizados nas pesquisas da área, sendo material de referência para estudantes, pesquisadores e profissionais das áreas clínica e educacional.

Leia Mais »
Luciana Mendonça Alves

Há sinais precoces que podem indicar Dislexia do desenvolvimento

No Dia Nacional de Atenção à Dislexia, vamos falar do transtorno do neurodesenvolvimento mais estudado. Segundo DSM-5, as manifestações estão presentes desde o início do desenvolvimento. Os déficits decorrentes dos quadros apresentados podem gerar prejuízos no funcionamento social, pessoal, acadêmico e, mais tarde, profissional.

Leia Mais »
Ana Maria Antunes de Campos

O elo entre matemática e língua portuguesa é o sucesso da educação

O transtorno de aprendizagem em matemática, conhecida como Discalculia pode ter relação com a Disléxica, mas são patologias distintas que se apresentam ao mesmo tempo. Entender o motivo desse elo entre dificuldades numéricas e dificuldades em escrita e leitura é importante para poder auxiliar os jovens em sua caminhada educacional.

Leia Mais »
Sylvania Kabiljo

A estimulação tátil nos conecta ao mundo através da pele

Jung, através de seus estudos percebeu que nosso corpo armazena informações preciosas carregadas de afeto. A comunicação pelo toque é a melhor maneira para estabelecer vínculos afetivos e autoconhecimento. Porém, os tempos modernos colocam o tato como um sentido de percepção marginalizado

Leia Mais »
Nancy Rabello

O desenho do idoso: as marcas e os simbolismos

O desenho estabelece ligação entre o mundo objetivo e a imaginação, entre a realidade e o sonho. Os desenhos podem ser entendidos como o retrato da alma, não havendo acasos neles. Trazem à tona acontecimentos ou fatos que estavam no inconsciente e não são facilmente descritos por meio das palavras.

Leia Mais »